Connect with us

Policiais

Homem mata esposa e duas filhas e enterra os corpos e é encontrado carbonizado dentro de carro

Published

on

Ademar Carneiro, de 33 anos, achado carbonizado no próprio carro, foi quem matou a família inteira na semana passada em Novo Horizonte (SC), informou a Polícia Civil. Os corpos da esposa, Neusa Dias Maciel, de 24 anos e das filhas, de 5 e 8 anos, estavam enterradas em uma mata na mesma localidade onde moravam. Roberto Marin Fronza, delegado da Polícia Civil, afirmou que resta saber a causa da morte de Ademar, visto que ele teve o corpo totalmente carbonizado na Parati que conduzia. No carro, achado batido em uma árvore, na terça (20), havia uma espingarda e cerca de 30 litros de gasolina que ele usava para abastecer uma máquina usada no corte de madeiras de eucalipto. O delegado disse que não descarta nenhuma hipótese sobre a morte de Ademar, mas está convicto que foi ele quem matou as duas enteadas e a esposa. Neusa Maciel teria sido morta no sábado, dia 17, à noite com um único tiro na cabeça. Ainda segundo o delegado, o homem enrolou a cabeça dela em sacos plásticos e enterrou em uma cova rasa perto de casa. Mais tarde removeu o corpo e enterrou em outra cova mais longe de casa, mas também na mata.  Já as meninas teriam sido mortas mais tarde. Conforme o delegado, a Polícia ainda não tem a certeza do momento em que as crianças foram assassinadas, mas foi entre sábado e domingo. As crianças foram encontradas enterradas em um banhado perto de casa, com o crânio afundado, com indícios de agressão. Segundo o delegado, a investigação iniciou após a localização do corpo de Ademar. As equipes então iniciaram buscas na região e na quinta (22), moradores avisaram a polícia que havia um lugar, onde não há movimentação de pessoas, com sinais de pegadas e a terra removida. A equipe policial se deslocou ao local, onde foi encontrado o corpo da mulher, enterrado em um banhado. O corpo estava em uma área cercada por pinos e vegetação alta. Já na sexta (23), com apoio de cães farejadores, bombeiros e policiais, localizaram os corpos das crianças enterrados na mesma região, mas próximo da casa da família, também em um banhado. Segundo a família, Ademar teria dito que Neusa foi embora com as duas crianças após uma discussão e levou R$ 2 mil. Ele ainda almoçou com parentes, e disse que estava preocupado com as enteadas, além de seguir uma rotina normal, como se nada tivesse acontecido, comentou o delegado. Para tentar reforçar a história, segundo o delegado, Ademar teria colocado todas as roupas de Neusa em um saco de ráfia e jogado na mata, como se tivessem sido levadas por ela.

Fonte: PPNEWS

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Todos os direitos reservados © 2019 - MDO Produções